Bomba da semana -Confirmado Facebook compra a WhatsApp

Bomba da semana -Confirmado Facebook compra a WhatsApp

O Facebook anunciou nesta quarta-feira uma bomba: a empresa comprou o WhatsApp, responsável pelo popular aplicativo de bate-papo em celulares, pelo valor de US$ 16 bilhões. O pagamento será feito em ações e dinheiro.

O WhatsApp receberá US$ 4 bilhões em dinheiro pela aquisição, além de outros US$ 12 bilhões em ações do Facebook. O acerto envolve ainda US$ 3 bilhões em ações restritas que serão dadas aos funcionários do WhatsApp, totalizando um investimento de US$ 19 bilhões.

Jam Koum, cofundador do WhatsApp e CEO da empresa, se tornará um executivo do Facebook, também ocupando uma cadeira no quadro de diretores de seu novo empregador.

A compra é, disparada, a maior já feita pelo Facebook. Em 2012, a empresa adquiriu o Instagram por US$ 1 bilhão, mas desde então pouco fez com o serviço e até hoje não conseguiu rentabilizá-lo.

A impressão que fica sobre a fusão é que a rede social comprou o serviço para tirá-lo do mercado. Seundo o Facebook, o WhatsApp tem 450 milhões de usuários, está a caminho de alcançar 1 bilhão de usuários e concorre diretamente com o Facebook Messenger. Nesse capítulo, o Facebook vem tentando há algum tempo tornar o seu próprio app de mensagens mais efetivo. Alguns viam nesse esforço uma tentativa de competir com o WhatsApp. Nos últimos meses, o aplicativo do Facebook ficou mais agradável visualmente e ganhou a possibilidade de adicionar contatos pelo número de telefone, sem a necessidade de que esses contatos fizessem parte da sua lista de amigos da rede social.

Conectar o mundo

Para Mark Zuckerberg, a compra do WhatsApp é mais que estratégica: “nos próximos anos, vamos trabalhar para ajudar o WhatsApp a crescer e conectar o mundo todo”, escreveu em seu perfil. O discurso de integração do Facebook se materializou no ano passado, com o lançamento do projeto Internet.org. A iniciativa tem a pretensiosa meta de ajudar a conectar 5 bilhões de pessoas que ainda não fazem parte do mundo virtual, e conta com o apoio de várias outras empresas e entidades ligadas ao mundo da tecnologia. Agora, com a aquisição do WhatsApp, esse discurso de integração ganha o reforço de um aplicativo do mais vitoriosos no mundo móvel – que é justamente a fronteira da internet que ganha cada vez mais velocidade e alcance.

Fonte: Olhar Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Close
CONCORRA A BRINDES ,CURTA E PARTICIPE
Tá gostando de nosso conteudo?então curti ai!