Cada unidade do Galaxy S5 custa US$ 256 para ser produzida

Cada unidade do Galaxy S5 custa US$ 256 para ser produzida

Sempre que um grande lançamento do mercado de smartphones acontece, surgem os relatórios da IHS, e no caso do Galaxy S5 não é diferente. Nos documentos, a consultoria detalha o custo de produção de aparelhos e a conclusão é que o novo celular da Samsung custa US$ 256 para ser produzido – cerca de R$ 560.

Segundo o site Re/code, que conseguiu acesso antecipado ao relatório, a produção do S5 custa um pouco mais caro que seus antecessores.

O smartphone da Samsung é vendido por US$ 600 nos Estados Unidos. Antes, outros aparelhos top de linha da mesma faixa de preço custavam cerca de US$ 200 para serem produzidos, o que indica que a coreana aumentou seus custos sem que isso se refletisse no preço final para o consumidor.

No entanto, o mesmo documento diz que não há nada de realmente extraordinário em relação aos seus antecessores.

“Dentro, vemos muitos componentes reciclados que já vimos anteriormente. Não há nada especial internamente, na verdade. Não há nenhum grande avanço, nada estremecedor. É uma continuação do que já veio antes”, diz Andrew Rassweiler, analisa da IHS.

Sem surpresas, o componente mais caro do S5 é seu display, que custa US$ 63. A memória DRAM e o armazenamento flash, juntos, custam US$ 33. Já o sensor de impressões digitais custa US$ 4, bem menos do que os US$ 15 usados pela Apple no sensor do iPhone 5s.

Vale lembrar que estes dados não são referentes ao Brasil. O Galaxy S5 é produzido nacionalmente pela Samsung e provavelmente tem um custo bem diferente por aqui, como acontece o preço final. Se nos EUA, ele custa cerca de R$ 1,3 mil em conversão direta, o aparelho oficial nacional custa R$ 2,6 mil.

Deixe um Comentário

Close
CONCORRA A BRINDES ,CURTA E PARTICIPE
Tá gostando de nosso conteudo?então curti ai!
%d blogueiros gostam disto: